Logo LINK 2019 - fundo escuro.png

Voltar para o site

HEY, TEACHER, DON'T LEAVE US ALONE

Atualizado: 7 de Abr de 2020

Na era da colaboração, nenhum profissional deve ficar sozinho em sua caminhada.

Às vezes o trabalho de um professor iniciante pode ser excruciante: insegurança, dúvidas que se acumulam, cansaço, frustração. Quem nunca preparou uma aula achando que iria arrasar para, no final, ter de encarar uma turma inteira entediada ou totalmente desconectada da atividade que havia sido proposta.


Hoje li um post do Fernando Seabra - especialista em inovação, empreendedorismo e startups – que dizia o seguinte:

“No mundo dos negócios você é pago em duas moedas: dinheiro e experiência. Aceite a experiência primeiro. O dinheiro virá depois”.

Podemos adaptar esse pensamento para qualquer profissional, não só para empreendedores. Muitas vezes, antes de alcançarmos sucesso, realização, benefícios e boa remuneração, precisamos adquirir experiência.


Mas como é que nos tornamos experientes?


Antes de mais nada, precisamos de uma boa formação. Existe uma fase na vida de qualquer professor, por exemplo, em que precisamos aprender a ensinar. E isso acontece formalmente – por meio de uma graduação, de uma licenciatura, de cursos de extensão, de estágios supervisionados – ou informalmente, quando buscamos nos inspirar nos professores que já tivemos, nas melhores aulas a que assistimos, em quem confiamos como mestres e mentores.

Além disso, ganhamos experiência colaborativamente, compartilhando com nossos pares, nossos colegas, perdas e ganhos, sucessos e fracassos, para juntos criarmos aulas melhores.

Sozinho ninguém vai muito longe não, pois vai chegar aquele momento em que a falta de colaboração e de troca de experiências deixa o profissional isolado, confuso, desconectado da realidade.


E quem já se considera experiente e, mesmo assim, sente muita dificuldade em inovar?


Quem já está na estrada há muito tempo sabe como a disruptura e as novas tecnologias sacudiram o mercado de trabalho. A mudança tornou-se uma constante, ser flexível, curioso, com capacidade para se adaptar à mudança hoje é critério básico para um ótimo profissional. Os conceitos de formação continuada e de desenvolvimento pessoal e profissional estão presentes em vários artigos sobre trabalho, carreira e equilíbrio entre vida pessoal e desempenho profissional.


Conheça o novo curso da LINK para professores iniciantes em https://www.linkforeducation.com.br/teaching-english


Nosso projeto LINK FOR EDUCATION busca proporcionar aos professores e a profissionais bilíngues um ambiente de colaboração, de troca de experiências entre pares, de mentoria e feedback tanto para quem quer começar a dar aulas quanto para quem busca um novo olhar sobre sua própria história profissional.


Não queremos ficar sós nesta jornada linda, queremos a sua companhia!